A relação entre saúde e esporte

A relação entre saúde e esporte é uma via de mão-dupla: na busca por uma vida saudável, muitas pessoas acabam se tornando atletas amadores, enquanto os atletas profissionais zelam por sua saúde como garantia de bom desempenho.

Rendimento do atleta

Pesquisas como as realizadas pela Associação Brasileira de Odontologia Desportiva (Abrodesp) levam a afirmar que um atleta pode perder até 21% de seu rendimento em razão de distúrbios na saúde bucal. A diminuição no rendimento do atleta pode ser ocasionada pela maloclusão, que por gerar problemas de mastigação, prejudica a absorção dos nutrientes e pode provocar desequilíbrios musculares e problemas na articulação temporomandibular.

Também pode se dar em razão de foco infeccioso na boca, que leva ao comprometimento da saúde de outros órgãos do corpo. É notório que as toxinas produzidas por bactérias causadoras das infecções bucais espalham-se através da corrente sanguínea, provocando risco para o coração, lesões nas articulações e dificuldade na recuperação de lesões musculares comuns na prática de esportes. A respiração bucal é outro fator prejudicial e até mesmo a simples dor de dente ou desconforto pode trazer prejuízo no desempenho, comprometendo a concentração e a resistência.

Atletas são mais expostos aos traumas

Segundo a National Youth Sports Foundation (NYSSF), dos EUA, entidade dedicada aos estudos e à prevenção de traumas esportivos, numa atividade esportiva de contato físico, o risco do atleta sofrer uma lesão facial é de 10% durante uma temporada, e de 33% a 56% em toda sua carreira. As lesões mais freqüentes costumam ser fraturas de coroas em vários níveis, com ou sem comprometimento pulpar, perda do dente por inteiro, lesões de tecidos moles e de tecidos de sustentação como concussão, subluxação extrusiva, luxação lateral, luxação intrusiva e avulsão. Os esportes radicais (mountain bike, moto-cross, hockey inline, patins inline, skate), as artes marciais (judô, jiu-jitsu, caratê), as lutas (greco-romana, sumô) e os esportes de quadra (voleibol, handebol, futebol de salão, e outros) são os campeões destes números.