Manutenção e Higienização Bucal de Pacientes Portadores de Implantes Ósseointegráveis   

Pode haver comprometimento ou perda de implantes se os cuidados de higiene e manutenção, orientados pelo especialista, não forem seguidos.

A manutenção refere-se ao conjunto de técnicas e meios a serem empregados para manter a saúde dos tecidos gengivais e conseqüentemente a longevidade dos implantes.

Os tecidos que protegem os implantes apresentam suscetibilidade à infecção quando placas bacterianas se acumulam, surgindo aumento do volume do tecido gengival com sensibilidade dolorosa ao toque e conseqüente sangramento, entretanto, através de um tratamento específico o processo inflamatório torna-se reversível.

Em estágios mais avançados, os tecidos ósseos também podem ser afetados, resultado em perda do implante.

A manutenção deve ser orientada de forma individualizada e de acordo com a complexidade de cada caso. A escovação correta é indispensável para uma dentição saudável, pois remove a placa bacteriana que se deposita na superfície dos dentes (implantes), nos espaços entre a gengiva e os dentes (implantes), agindo na prevenção de cáries e doenças da gengiva.

 

 

Fio ou Fita Dental

O fio ou fita dental são usados na remoção da placa bacteriana que se depositam no espaço intermediário, entre o dente e a gengiva, pontos que as cerdas não alcançam. A limpeza é fundamental, porque é nessa região que a cárie e as doenças da gengiva se manifestam com maior freqüência. Adote este procedimento sempre que escovar seus dentes ou, pelo menos, uma vez ao dia.

 

Importante: faça visitas periódicas ao seu dentista, pois a profilaxia realizada pelo profissional é mais abrangente e consiste na remoção de tártaros com curetas plásticas, polimento com pasta profilática de baixa abrasividade feito com taças de borracha.

Com relação aos Enxaguatórios Bucais, ele complementa a Higiene Bucal diária, auxiliando na prevenção e no tratamento da gengiva, combatendo as bactérias que causam a placa e o mau hálito, e, conseqüentemente, ajudando na redução das cáries.

Existe uma grande variedade de Enxaguatórios Bucais no mercado a base de clorexidina, triclosan delmopinol, cetilperidinum, própolis, extratos de ervas, entre outros. Consulte o seu dentista para saber aquele que melhor adapta-se à sua necessidade.

O sucesso do tratamento dependerá da integração Profissional e Paciente para uma longevidade dos implantes.